Síntese Temática ::

No dia 12 de Março de 2011 foram recolhidas, no Porto, 1088 folhas de diferentes formatos. Estas folhas foram analisadas com o grande objectivo de perceber e tornar públicas as razões que levaram à mobilização das pessoas envolvidas no Protesto Geração à Rasca, bem como explorar a possível continuidade de acções que poderão ser levadas a cabo.

Foi feita uma análise categorial temática das folhas, de acordo com os seguintes temas:

* Recibos Verdes
* Desemprego
* Reformas
* Segurança Social
* Salários
* Precariedade
* Emprego (Geral)
* Propinas
* PEC
* Sistema Político
* Corrupção
* Governo
* Outras

Os temas referidos em Outros (27%) são tão diversificados que a análise não os contempla individualmente. Deste modo, optou-se por fazer uma análise estatística apenas dos temas elencados anteriormente.

Se analisarmos os temas, temos praticamente a par questões relacionadas com a Precariedade e o Emprego (18% e 17% respectivamente), a Corrupção e o Sistema Político (15% e 14% respectivamente) e os Recibos Verdes (10% do total das reivindicações).

Em suma, esta análise aponta para dois grandes grupos de reivindicações: o Emprego e o Sistema político/Corrupção.

Esperamos que a publicação destas folhas e esta primeira análise constituam mais um contributo para o debate público e que este ande a par de um país menos precário e mais justo.

Os dados estão lançados. Serão bem-vindas outras análises, outros contributos.

12 de Março foi só o primeiro dia!

Anúncios
3 Responses “Síntese Temática ::” →

  1. vera diogo

    29/03/2011

    Bom trabalho!

    Está mais do que na hora de os cidadãos se reunirem para fazer face a estes problemas e defender os seus direitos!

    Aproveito para indicar um link a um artigo que saiu recentemente no WSJ a respeito do nosso sistema de ensino, outra questão fundamental para o desenvolvimento do país.
    http://online.wsj.com/artic/SB10001424052748704076804576180522989644198.html?mod=WSJ_hp_us_mostpop_read

    Responder

  2. Avelino Freitas

    31/03/2011

    Excelente a iniciativa. Mas, por favor não parem.
    Um abraço a tod@s

    Responder

  3. João Martins

    31/03/2011

    Muito bom este resumo.
    No entanto gostava fazer um reparo ao último comentário, não é “não parem”, mas sim NÃO PAREMOS.
    Porque é que têm de ser sempre “os outros” a fazerem as coisas? se todos os portugueses fizessem um pouco o país não estaria neste estado.

    PS: Avelino Freitas, não leve a mal e nem estou a fazer juízos de valor da sua pessoa, mas essa frase representa a mentalidade pequena do típico português e não pude deixar de comentar

    Um Abraço

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: